Meu relato sobre o protesto contra o aumento da passagem

Tivemos ontem o terceiro grande ato contra o aumento da passagem em São Paulo capital. Apesar da mídia vendida estar chamando de vandalismo e chamando os manifestantes de vândalos e vagabundos, venho provar por este texto de baixa qualidade que não sou/somos vagamundo/s pq estou escrevendo com pressa por estar no horário do trabalho.

Estes atos na minha opinião estamos mostrando muito mais que uma luta pelo valor da passagem do ônibus, estão mostrando antes de mais nada a luta pelo direito de se manifestar. Estamos cada vez mais ceifados deste direito. A repressão policial mostra isso bem claramente.

É preciso saber diferenciar a violência do opressor com a reação do oprimido. Não são iguais!

Não vamos ter posturas cristãs e dar a outra face para bater. O que aconteceu ontem foi agressão gratuita da polícia, violência, repressão de todas as formas. Os manifestantes deram respostas a isso. É muito mais difícil pensar quando estamos em meio a balas de borracha e gás lacrimogêneo.

A mídia está invertendo a ordem dos fatores, dizendo que a polícia agiu com violência pq os manifestantes quebraram tudo (vi desta forma no SBT). Foi exatamente o contrário, foram as respostas que pudemos dar para a insatisfação crescente que toma as pessoas pelo país.

A burguesia começa a ficar com medo pq o povo está indo para as ruas. O governador manda avisar de Paris que atos que atrapalhem o trânsito devem ser tratados como caso de polícia e a Polícia, braço armado do governo, vai rapidinho obedecer suas ordens!

Pois é, tenha medo mesmo. Pq estas tentativas de minar o movimento usando a propaganda negativa não está dando certo. O primeiro ato reunião umas 4 mil pessoas. Ontem mais de 10 mil foram para as ruas.

Para os demais, é hora de escolher um lado. É preciso defender o povo e seus métodos de luta. Ou vc está do lado do opressor ou do oprimido. Não existe “em cima do muro” na luta de classe. A luta pela passagem, pelo passe livre, pelo direito de manifestação é só mais uma manifestação da luta de classes no capitalismo. Alguns já mostraram de que lado estão. O motorista que acelerou seu carro ontem contra manifestantes atropelando alguns. As pessoas nos prédios que jogaram água (espero que tenha sido água mesmo) em cima de nós. A polícia. Todos estes já mostraram de que lado estão.

Se você não defende o oprimido é pq já escolheu o lado do opressor!

 

Quinta-feira (14/06) tem mais!

17:00 em frente ao Teatro Municipal.  

About these ads
Esse post foi publicado em Geral e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s