Chove Chuva (Ácida)… Chove Sem Parar…

Apesar do título deste texto a ideia é definirmos melhor o termo e de forma nenhuma reduzir sua importância.

O que ocorre é que usando esse termo Chuva Ácida nos preocupamos em excesso com a chuva e esquecemos que também sem chuva está ocorrendo a deposição de material ácido e poluente. Deposição essa que ocorre no solo, lagos, rios, edificações e pessoas também é claro.

Justamente por isso o termo mais apropriado para a chamada chuva ácida é Deposição Ácida.

A deposição ácida pode ser de dois tipos:

Seca: É a sedimentação gravitacional (queda e acomodação) e interceptação de material particulado ou absorção de gases pelo solo, vegetação, edificações, pela nossa pele, etc.

Úmida: É a absorção de poluentes gasosos e particulados por gotas de nuvem ou por arraste (durante a queda em forma de chuva, neblina, etc).

Desta forma podemos perceber que a chuva ácida, ou melhor, os efeitos que vemos, não ocorrem só devido as chuvas e também no clima seco.

Com relação as fontes ou emissores de poluentes na atmosfera, trata-se também de algo complexo podendo ser atribuido à varias fontes, tanto naturais (como vulcões) ou de ação humana (industrias), e os poluentes podem ser primários, como aqueles emitidos diretamente de suas fontes ou secundários originados de reações químicas na atmosfera entre os poluentes primários e constituintes naturais da atmosfera.

Referência

FORNARO, A. Águas de Chuva: Conceitos e Breve Histórico. Revista USP, São Paulo, n.70, p. 78-87, junho/agosto 2006.

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s