Mistérios do Sol

Atividade normal do Sol diminui e faz a atmosfera da Terra encolher

A mais externa das camadas da atmosfera está encolhendo como resultado da baixa atividade solar, informaram nesta quinta-feira cientistas americanos. A redução de até 30% na densidade da parte superior da termosfera estaria relacionada a uma queda significativa nos níveis de radiação ultravioleta do Sol.

Soa assustador, mas, segundo especialistas, pode ser bom para os satélites. Significa que podem ficar em órbita por períodos maiores, uma vez que sofrerão menos o impacto de gases atmosféricos.

Por outro lado, claro, significa também que o lixo espacial em órbita da Terra pode acabar ficando por lá mais tempo.

Segundo o estudo publicado na "Geophysical Research Letters", da União Geofísica Americana, a atividade solar esteve incomumente baixa de 2007 a 2009. Durante este período, a camada da atmosfera chamada de termosfera – que vai de 90 a 600 quilômetros sobre a Terra – resfriou e encolheu.

Formada de gás rarefeito, a termosfera é a camada mais externa da atmosfera. É nela que a radiação solar faz seu primeiro contato com a atmosfera do planeta. Durante os períodos de baixa atividade solar, é comum que ela se resfrie e se torne menos densa.

Mas a magnitude da mudança de densidade durante o último período de baixa atividade solar foi 30% maior do que o esperado. Isso reduziu ainda a densidade de gás nas altas camadas, onde muitos satélites orbitam, explicou Thomas Woods, da Universidade do Colorado, coautor do estudo.

E mostrou também que os ciclos solares podem variar bastante.

– Nosso trabalho demonstra que o ciclo solar não apenas varia na típica escala de 11 anos, mas também varia de um período de menor atividade solar a outro – afirmou o autor do estudo, Stanley Solomon, do Observatório de Altas Altitudes, do Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica dos EUA. – Nem todos os períodos de mínima atividade solar são iguais.

Satélites e lixo mais tempo em órbita

A energia solar liberada tende a variar em ciclos de 11 anos, marcados por aumentos e reduções das manchas solares. De 2007 a 2009, foi registrado um período de mínima atividade solar especialmente longo, sem praticamente nenhuma mancha ou tempestade solar.

Durante este mesmo período de baixa atividade solar, a termosfera encolheu mais do que em qualquer outro dos últimos 43 anos de exploração espacial.

– Com a densidade da termosfera mais baixa, nossos satélites terão uma vida mais longa em órbita – afirmou Woods. – Esta é uma boa notícia para os satélites em operação hoje, mas é uma má notícia para os milhares de objetos fora de operação que podem ficar por mais tempo no espaço e colidir com os satélites.

Os cientistas avaliaram diversos fatores que poderiam estar causando a misteriosa retração atmosférica. Na experiência, simularam o impacto da radiação solar e também o papel do dióxido de carbono – um potente gás do efeito estufa – que, segundo estimativas anteriores, está reduzindo a densidade da camada externa da atmosfera de 2% a 5% por década. Os resultados finais indicam que, de fato, o CO2 não contribuiu com mais de 3%.

– Está claro que o recorde de baixa temperatura e densidade foi causado por níveis incomumente baixos de radiação solar – afirmou Solomon.

Segundo Woods, a pesquisa revela que o Sol pode estar passando por um período de baixa atividade similar aos registrados no início do século XIX e no começo do século XX. Isso poderia indicar que a atividade solar permanecerá baixa ainda por um tempo.

– Se for realmente parecido com alguns padrões no passado, esperamos um ciclo de baixa atividade solar pelos próximos 10 a 30 anos – afirmou.

Embora a redução da atividade solar tenha resultado no resfriamento da parte superior da termosfera, o mesmo não pode ser dito da superfície da Terra. O ano de 2009 foi o quinto mais quente já registrado desde o início do acompanhamento da temperatura do planeta e o recordista desde 2000.

(O Globo, 27/8)

Adicionar um comentário para este artigo

Anúncios

1 comentário

  1. Os mistérios do Sol* Atividades do Sol* Comunidade Internacional de Cientistas Astronômicos= Manchas Solares* Ciclos Solares*Caro astrônomo Osvaldo Souza, não se iluda meu amigo. Se alguém entre nos acredita ser sábio neste século, fazendo-se de louco, para chegar a ser sábio.
    A sabedoria deste mundo é loucura e apanha os sábios de calça curta! – Mancha solar’ é igual à Borra Solar* concorda? O Ciclo de formação de uma Borra Solar* é de aproximadamente 11 anos’ certo?
    Quer a ciência, quer a física’ a Astronomia estar prá ser Observada. Bons Céus

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s