O Papel da Democracia em Nossos Dias

Os apelos que vamos percebendo nos discursos, principalmente políticos, remetem para uma banalização do termo Democracia, tornando esse termo extremamente vago e sem valor para as maioria das pessoas.

Esse fato por si só faz com que boa parte da propaganda política perca todo o sentido (aquela parte que ainda faz algum sentido). Isso por que percebemos que os mais diferentes partidos, as mais diferentes correntes e coligações, as mais extremadas ou centralizadas posições, apelam sempre à democracia, como um termo que por si só resolvesse todos os nossos problemas.

Podemos lembrar de um exemplo interessante do livro do Michael W. Apple e James A. Beane, quando dizem que Woodrow Wilson neutralizou a oposição dos EUA no envolvimento na Primeira Guerra Mundial ao afirmar virtual e incontestavelmente que os soldados norte-americanos lutavam “para transformar o mundo num lugar seguro para a democracia”, apelando para a palavra democracia, conseguiu o que queria tal como aconteceu muitas vezes, desde então, com diversas manobras políticas e militares (APPLE & BEANE, 1995).

Nossos políticos não são diferentes e usam essa palavra, indiferentes à possibilidade de aplicação de determinadas propostas de governo.

A democracia, desde os gregos, assumiu muitas formas, numa linha geral podemos assumir como uma base através da qual nos guiamos e nos governamos, um componente ético e de valor, pelo qual podemos medir nossas ações. Um princípio que deve ser seguido no individual e no coletivo, que deve perfazer um movimento de dentro para fora. Percebemos, muitas vezes, que o governo é anti-democrático, uma escola (até mesmo uma escola democrática!) apresenta momentos anti-democráticos. Mas nós, no micro-social, usamos a democracia como princípio orientador? Imagino que nem sempre.

Qual o sentido desta palavra nos dias de hoje? Se ela não é um princípio ético e orientador de governos, políticos e civis, qual será este novo princípio? O sistema do capital é um sistema democrático? Ontem, assistindo ao debate político para o governo do estado de SP, ouvi de um político que não há nada mais democrático que um empresário (?!). O que significa isso tudo?

Sei que tenho mais perguntas que respostas, mas um amigo me disse uma vez: “Se você tem dúvidas, guarde para você, assim você terá alguma coisa e terá mais do que muita gente”.

Anúncios

3 comentários

  1. NOSSA! gostei do comentário mas não respondeu o que eu queria
    mas legal o comentário
    EU QUERIA SABER QUAL O PAPEL DA CIDADANIA ME RESPONDE AE VAI!

    Curtir

    1. Lembre-se que é bom ter dúvidas.. não existem respostas prontas. Até pq se existisse já estaria tudo resolvido. De qualquer forma, acho que a cidadania está ligada a um conjunto de valores que desejamos para as pessoas de forma que consigam viver e conviver melhor. Isso está intimamente ligado a democracia, que pode se tornar as diretrizes para esta convivência. Cidadania é isso e muito mais. É o valor que damos ao outro. Para nós mesmos, e claro, para nossa sociedade. Isso tbm perpassa as relações com o capital e a forma que vemos o mundo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s