Os Direitos Humanos não são tão Humanos assim

Aqueles pequenos ao fundo tiveram direito a opinião?

Até onde vão os Direitos Humanos que vemos na placa do manifestante? Precisamos de um texto bem maior que este para perceber e discutir o que são os direitos humanos.

Na parede logo atrás do rapaz com o cartaz uma imagem de um Jesuíta ensinando dois pequenos índios a ler.

De cara já digo que os direitos humanos não são tão humanos assim. Aceito o que lá está escrito, mas nasci e cresci nesta sociedade. É preciso lembrar que a declaração dos direitos humanos foi escrita pela sociedade ocidental, moderna. Não são direitos trans-históricos, trans-culturais, não valeriam no passado, não valerão para sempre. Não valem mesmo hoje quando consideramos uma sociedade diferente da nossa.

Por que raios podemos dizer que nossa noção de Ser Humano é melhor que a de uma sociedade diferente da nossa? Devemos então interferir na cultura do outro e dizer o que devem fazer, como devem agir? devemos dizer que aquilo que ele faz é contra os direitos humanos, que NÓS declaramos como UNIVERSAIS?

Pela imagem (tirada na manifestação pela liberdade de expressão), podemos pensar se os índios tiveram direito de valorização de sua cultura? Ou o padre quis fazer valer o direito a educação? Pobres índios burros… A educação que eles ganhavam na tribo não era suficiente?

O que me deixa mais indignado é que esta imagem faz parte de um muro de uma (pasmem) Escola Estadual, na av. Consolação em SP!!!

Até quando ela vai ficar lá, expondo nosso preconceito, mostrando o quanto fomos contra-direitos-humanos e (o que é ainda pior), mostrando o quanto ainda nos orgulhamos disso!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s