Que Raios é o Senado???

Em tempos de Renan Calheiros, acho que vale a pena aprofundar ainda mais a discussão e pensar se vai adiantar trocar o Renan por outro qualquer.

Já pararam para pensar, para que serve o Senado Federal?

Muitos dirão que não sabem, tenho certeza, eu também responderia que não até pouco tempo. Mas tamanha é sua inutilidade que salta aos olhos e então começamos a percebê-lo. Não demora muito para começarmos a questioná-lo.

Não pretendo com este texto atacar esse ou aquele senador, eles já têm ataques suficientes pelas próprias coisas que fazem no dia-a-dia. Minha ideia aqui é mais profunda, eu diria que é até ontológica… busca entender a natureza deste lugar.

O Senado brasileiro se presta a uma farsa, me explico. Ele responde a uma coisa que não existe no Brasil, uma Federação. Um senado tem maior significado em um estado federativo, como os EUA, por exemplo. O Brasil, desde sempre, foi um estado unitário e não a união de estados independentes. Para atender ao nosso sistema de governo já temos a Câmara dos Deputados. Alguém sabe me dizer para que então temos também o senado?

Eu digo: Para dificultar e atrasar os processos decisórios e a aprovação das leis.

Uma determinada lei ou projeto que se pretende aprovar pode sair de qualquer lado (Senado ou Câmara), deve ser aprovado e ir para a outra casa, ser aprovado/ganhar correções, etc., e novamente voltar para a casa de origem.

O Senado não é mais que uma herança que temos dos grandes coronéis do início da formação da república. E pelo que temos por lá, continuamos com grandes coronéis no comando dos processos decisórios do país.

Não encontrei informação a respeito do custo do legislativo somente com o Senado brasileiro, aposto que este numero nos traria ainda mais desconfianças a respeito de sua necessidade.

Este texto não é mais que uma nota… Não é mais que ideias tiradas da leitura do Plínio e de pensamentos soltos… Não é mais que um pensamento… Mas bem que poderia ser um pensamento que começasse a passar cada vez mais pela cabeça da pessoas…

Anúncios

5 comentários

  1. Quanto ao Brasil não ser, efetivamente, um Estado Federativo. vale lembrar que se o fosse mesmo, o quinhão de impostos estaduais que vão para a União não iriam tapar buracos de outros estados. Digo, se fossem mesmo independentes, não teríamos esse “saneamento” escancarado de finanças de um estado para outro, via União, negociado dentro dos balcões do Legislativo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s