PROUNI e SISU

SISU

Estudantes de todo o país já podem consultar as vagas e cursos no Sisu (Sistema de Seleção Unificada), do Ministério da Educação, que seleciona estudantes para ingresso em universidades públicas. O site do Sisu é o sisu.mec.gov.br. O MEC liberarou o site para acesso dos candidatos às 14h. Os candidatos já podem ver os cursos e vagas disponíveis.

As inscrições para o processo de 2012 serão abertas no dia 7 de janeiro. O Sisu substituiu o vestibular em 95 instituições, e utiliza a nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2011.

Para o primeiro semestre do próximo ano, o sistema oferecerá 108.552 vagas –30% a mais em relação ao mesmo período de 2011– em 3.327 cursos.

O número de instituições de ensino também aumentou, de 83 para 95, nos 26 Estados. Não há nenhuma vaga em instituições do Distrito Federal.

As inscrições serão abertas à 0h do dia 7 e vão até até a 0h do dia 12. O estudante deve fazer duas opções de curso, e durante o período de inscrições, poderá mudar essas opções com base na nota de corte (nota mínima). Cada mudança invalidará a opção anterior.

Diferente dos anos anteriores, quando o sistema ficava fora do ar da 0h às 6h para atualização, em 2012 ele funcionará ininterruptamente. As notas de corte serão divulgadas de madrugada, todos os dias.

O candidato aprovado na primeira opção de curso será automaticamente retirado do sistema. Caso não faça a matrícula na instituição para a qual foi selecionado, perderá a vaga.

Aquele que for selecionado para a segunda opção ou não atingir a nota mínima em nenhum dos dois cursos escolhidos pode permanecer no sistema e ser convocado nas chamadas seguintes.

O resultado da primeira chamada será divulgado em 15 de janeiro. Os candidatos selecionados terão os dias 19 e 20 para fazer a matrícula. As instituições terão prazo de 19 a 23 de janeiro para registrar as matrículas no sistema.

ENEM

Segundo pesquisadores, uma das vantagens de se adotar o Enem como seleção é a economia de gastos com vestibular. E as que aderem ao Sisu ainda podem receber estudantes do país todo.

A desvantagem é a perda de autonomia para selecionar perfil específico de alunos. E as que estão no Sisu podem ter evasão alta, pois calouros estarão fora de suas residências, com mais chances de desistir do curso.

PROUNI

As inscrições para o ProUni, programa federal que concede bolsas de estudos em universidades particulares, poderão ser feitas do dia 14 ao dia 19 de janeiro de 2012, segundo o MEC (Ministério da Educação).

Site do Sisu entra no ar; estudantes podem ver cursos disponíveis
Metade das vagas no ensino superior do país sobrou em 2010

O número de bolsas é 58% maior que a quantidade oferecida no primeiro semestre deste ano. Serão 98.728 bolsas integrais e 96.302 parciais – que cobrem 50% do valor da mensalidade. As inscrições devem ser feitas pelo site do programa.

Podem se candidatar às bolsas integrais estudantes com renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa (R$ 933, a partir de 1º de janeiro). As bolsas parciais são destinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 1.866) por pessoa.

O candidato deve ter feito um mínimo de 400 pontos na média das cinco notas do Enem 2011 e pelo menos nota mínima na redação do exame, além de ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou, em caso de escola particular, na condição de bolsista integral.

No início deste ano, na Câmara dos Deputados, o ministro Fernando Haddad chegou a defender que o programa oferecesse apenas bolsas integrais para os estudantes. Haddad, que vai deixar o cargo em janeiro, afirmou na ocasião que o fim das bolsas parciais poderia diminuir a ociosidade do programa. No entanto, não houve progresso para modificar a lei que criou o Prouni.

No processo há uma única etapa de inscrição, com duas chamadas para convocação dos candidatos pré-selecionados. Os candidatos podem escolher até duas opções de curso e de instituição.

Professores da rede pública de ensino básico que concorrem a bolsas em cursos de licenciatura, curso normal superior ou de pedagogia não precisam cumprir o critério de renda, desde que estejam em efetivo exercício e integrem o quadro permanente da escola na qual atuam.

A primeira chamada sai em 22 de janeiro. A partir do dia seguinte até 1º de fevereiro, o candidato pré-selecionado terá prazo para comparecer à instituição de ensino a fim de apresentar a documentação e providenciar a matrícula. A segunda chamada está prevista para 7 de fevereiro, com prazo para matrícula e comprovação de informações até o dia 15.

Ao fim das duas chamadas, os candidatos não pré-selecionados ou aqueles que foram pré-selecionados em cursos sem formação de turma podem manifestar interesse em fazer parte da lista de espera, que será usada pelas instituições participantes do programa para a ocupação das bolsas eventualmente ainda não ocupadas.

O período para manifestação de interesse na lista irá de 22 a 24 de fevereiro. Ao fim desse prazo, serão feitas duas convocações dos integrantes. A primeira, em 27 de fevereiro, com prazo para comprovação de documentos e matrícula de 28 do mesmo mês até 2 de março. A segunda, em 9 de março, com prazo de 12 a 15 de março.

Criado em 2004, o ProUni já concedeu 919 mil bolsas de estudos em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, segundo o MEC.

 

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s