URGENTE: Mais um abuso: polícia invade espaço dos estudantes

Saiu no USP Livre:

http://usplivre.org.br/2012/01/06/mais-um-abuso-policia-invade-espaco-dos-estudantes/#comment-188

Nesta quinta-feira, 5 de janeiro, a polícia militar invadiu a sede do DCE, retirou os jovens que acampavam e arrombou o Derrubar, ponto de encontro organizado e mantido pelos estudantes.

Junto com a polícia militar estava a guarda universitária de Rodas que após o convênio da reitoria da USP com a Secretaria de Segurança Pública passou a auxiliar nas ações da força repressiva do Estado.

A PM e a guarda arrombaram o local e só saíram quando os estudantes perguntaram se havia mandado para aquela intervenção no local. Os guardas afirmaram que era apenas averiguação e foram embora.

Um ataque imenso a organização dos estudantes com já está sendo apontado pelos estudantes desde a invasão da PM na cidade universitária.

O suposto problema da segurança foi usado para respaldar uma medida que há muito tempo o governo e a burocracia universitária tentam aprovar que são as rondas e a colocação de uma base da PM na USP.

A PM está na USP para perseguir o movimento estudantil e intimidar a sua organização. A ação foi mais uma vez casada com a atuação da imprensa burguesa que surpreendentemente nesta edição de quinta-feira deu destaque em matéria com foto afirmando que o local estava abandonado pela reitoria da USP e que os punks estavam no local há um mês. A reportagem colocava na boca dos jovens provocações contra a polícia de que estavam sempre escapando.

No mesmo dia em que o curioso interesse da Agência Estado pela sede do DCE veio à tona, a PM invadiu o local e retirou os jovens que acampavam e arrombaram a sala em que os estudantes organizam atividades culturais.

Assim como as expulsões de oito estudantes durantes as férias, Rodas colocar a PM na sede do DCE no início de janeiro para impedir uma reação dos estudantes e a defesa do local.

É importante a retomada do local pelos estudantes com a organização de atividades de greve, restabelecer as atividades do movimento estudantil e que sirva como um ponto de resistência dos estudantes contra a repressão policial inclusive na moradia retomada.

Retirado de Causa Operária Online

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s