Universidade pública, você merece estar lá?

A educação superior pública no Brasil HOJE, faz com que as classes altas tenham suas despesas com educação pagas diretamente (e somente) pelos impostos, enquanto as classes baixas têm os mesmos impostos + os custos com as universidades privadas (quando conseguem entrar na universidade).

O que faz com que essa massa de explorados e saqueados pelo estado e pela burguesia não se revolte contra o sistema e exproprie o ensino privado?

Várias respostas são possíveis, mas uma que me salta aos olhos é a ideia de mérito, um dos pilares do capitalismo. Com esta ideia bem presente na cabeça das pessoas (de fato, percebo isso desde os estudantes do ensino básico) a burguesia mantém sua segurança e o estado mantêm seu sistema.

Pensam os explorados, “Se o rico conseguiu entrar na universidade pública e eu não é por quele mereceu, ele se esforçou mais e por isso merece estar lá.”

Mas devemos nos perguntar, e a história? E toda a exclusão social da vida destes explorados? E toda sorte de saques que os oprimidos do mundo sofreram, e que fizeram com que não tivessem a menor chance de competir com a elite por uma vaga na universidade pública?

Se soubessem que não passou nem perto de nenhum merecimento. Ou que a própria ideia de mérito está completamente distorcida, ou pior, moldada para o benefício de uns poucos em detrimento de muitos. Se soubessem disso, a revolta popular, a revolução aconteceria bem mais cedo.

 

Inspirado por KARL MARX em CRITICA AO PROGRAMA DE GOTHA, 1875.

 Notas:

População negra no Brasil é maior que 50%.

Cursos de Medicina formam menos de 3% de negros/as.

Em 2013 USP não teve nenhum negro/a entre as três carreiras mais concorridas. (e se juntarmos os 10 cursos mais concorridos e que tiveram quase 800 matriculados/as, apenas 4 eram negros/as)

População pobre no Brasil passou de 40% para 20% em dois anos.

Valor da faixa salarial de classe média mudou nestes mesmos dois anos.

Apenas 28,5% dos estudantes matriculados na USP em 2013 eram de escola pública.

A esmagadora maioria de notícias sobre aumento de pobres no ensino superior se refere ao programa prouni que coloca estudantes no ensino privado, com bolsa.

 

P.S.

Não coloquei aqui as fontes diretas para as notícias, mas foram todas retiradas de portais de notícias, UOL, Terra, Folha, Pragmatismo Político, Revista Valor e Jornal ggn.

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s