Foucaultizando os baguios

(…) Vale a pena pensar na pretensão de verdade que o discurso democrático assume em nossa sociedade. Não se trata de julgar neste momento se a democracia é uma verdade ou se é naturalmente um benefício para o cenário político, mas podemos nos questionar como, historicamente, a democracia conquistou esta noção de verdade, quase como o valor de um discurso científico como é adotado por nossa sociedade desde a idade média. Isto para pensar que, talvez, não devêssemos aceitar simplesmente a verdade da democracia dos nossos dias, mas perceber que qualquer discurso carrega consigo uma carga temporal de valorização, de pretensão de verdade histórica, que quando se desenvolve, traz consigo o desejo de reduzir ou liquidar outros discursos concorrentes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s